Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sofia Margarida

Vem descobrir. Vem partilhar. Vem conhecer um mundo que é só meu...

Não é do cu, é das calças...

Segunda, terça e ainda uma boa parte de quarta-feira fui atinguida por um simpática dor de cabeça, que até a luz do dia me fazia fechar os olhos...

Ontem chego do ginásio, tomo a bela da banhoca e sinto uma ligeira impressão na garganta... e pensei "mau.. queres ver que agora também vou ficar com dores de garganta?!?", bem para prevenir lá fui buscar o mel e deitei-me cedinho...  Mal acordei, vi que já tenho uma amigdala inflamada e que me dói ainda mais a garganta... Oh sorte!!

 

Será que ainda vai chegar mais alguma coisa?  Por este andar quando me passar a dor de garganta devo ter uma dor num pé ou sei lá onde ( bater na madeira!!! )

 

Espero pelo menos ficar boa para aproveitar a feira Medieval este fim de semana ...

 

 

 

Agora que partiste...

image.jpeg

Foto: 22 março de 2014

 

sei que haverá mais uma estrela no céu a olhar por mim. Foste embora sem poder dizer-te adeus. As tuas últimas horas foram de sofrimento e só queria poder agarrar na tua patinha e dar-te força.  Muitos não vão compreender tamanha dor que é perder uma amiga de quatro patas, mas só eles é que perdem por não conhecerem a força do amor entre um humano e um cão.

A alegria que tu mostravas cada vez que eu te ia visitar, mal estacionavamos o carro tu corrias à volta dele até que a primeira porta se abrisse para tu saltares de alegria. As vezes que te deixaram entrar em casa e ficaste no tapete a olhar para mim para eu te chamar e dar alguma guloseima ou miminho. As vezes que eu me sentei contigo no quintal a mimar-te, em que tu viravas a barriga para o ar para que as festinhas fossem na barriga. O dia em que larguei as havaianas debaixo da mesa e tu sorrateiramente as roeste ( e olha que eram as que mais gostava!) e mesmo assim não consegui ficar zangada contigo... Porque apesar de tudo, eras uma amiga de 4 patas.

 

Vou ter saudades tuas...