Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sofia Margarida

Vem descobrir. Vem partilhar. Vem conhecer um mundo que é só meu...

Livros : A ilha das garças

IMG_2389.JPG

 

 

Sinopse: No interior de um mosteiro beneditino na ilha de Egret, ao largo da costa da Carolina do Sul, repousa um misterioso trono com sereias gravadas, dedicado a uma santa que, segundo a lenda, era sereia antes da sua conversão.
Quando Jessie regressa à ilha por causa de um acto de violência aparentemente inexplicável da sua excêntrica mãe, a sua vida prima pela normalidade e o seu convencional casamento com Hugh é seguro e estável. Jessie ama Hugh mas, uma vez na ilha, a atracção que sente pelo irmão Thomas, um monge que está prestes a fazer os votos solenes, é irreprimível.
Rodeada pela beleza exótica dos pântanos, deltas e garças majestosas, Jessie debate-se com a tensão do desejo, com a luta e a negação dos seus próprios sentimentos, com a liberdade a que acha que tem direito e com a força inexpugnável do lar e do casamento. Será que o poder do trono da sereia é apenas um mito? Ou será capaz de alterar o seu destino? O que está prestes a acontecer irá desvendar as raízes do passado atormentado da mãe, mas, acima de tudo, permitir que Jessie se reconcilie com a vida.

___________________________________________________________________

 

A minha opinião: Ao inicio custou-me passar as páginas, perdia-me , não me conseguia prender na história... mas apenas umas páginas depois começei a ficar cada vez mais apaixonada, até que não descansei até chegar ao fim.

Este livro conta a história de uma mulher que regressa à sua terra natal, sozinha, para ajudar a sua mãe que passa por uma fase turbulenta. No meio de toda a confusão, acaba apaixonada por um monge, traíndo Hugh. Descobre que mais que uma traição, na ilha ela descobriu-se, compreendeu-se, passando a assumir uma ligação com ela própria que não conhecia. O livro marcou-me muito, pela força interior que Jessie conquistou. Pelo amor que ganhou dos outros e mais importante... o amor próprio.

___________________________________________________________________

 

Um momento que gostei: 

(o livro era emprestado e esqueci-me de apontar a frase - mas fica explicado o momento)

O momento em que o irmão Thomas diz à Jessie que o amor deles os há-de salvar e condenar ao mesmo tempo.

 

Some blog design Written by Joana