Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sofia Margarida

Vem descobrir. Vem partilhar. Vem conhecer um mundo que é só meu...

Dona Gulosa e as vossas receitas #2

Ainda se lembram do Doce de Courgette da Cristina que vos dei a receita aqui ? Como prometido, eu fiz a receita no meu tachinho! E querem vocês saber que em apenas um fim de semana, tive de fazer a receita mais que uma vez? Parece que ficou tão mas tão delicioso que mal chegava a mesa o frasco ficava vazio! Depois de almoço, queijinho com doce e lá ia ele...

 

 A receita é a mesma por isso não vou copiar novamente para aqui, quem tiver dúvida é só ir aqui.

 

1. Cortei a courgette em pedacinhos pequenos e raspei a casca do limão. Coloquei tudo num tacho, juntamente com um pau de canela e àgua! Não deitei aroma de baunilha porque, infelizmente, ficou esquecido! ( Mas ficou delicioso na mesma!) 

 

Dica: Na receita orginal não falava em água é verdade, e eu fiz a primeira experiência sem água. Realmente a courgette liberta muita água, mas como mantive a tampa do tacho aberta muita vez para mexer e deitar o olho, ela evaporou e o doce no fim ficou granulado cheio de açucar.

 

2. Levei ao lume e fui controlando o doce até ele ter a consistência desejada (esqueci-me de controlar o tempo que demorou, mas posso dizer que ainda demora muito tempo)

 

Quando chegar à tonalidade amarelinha e com aspecto de bem cozidinho...o resultado é este:

 

Trabalho realizado 100% à mão!
Valorize o artesanato. As peças levam tempo, amor, dedicação, carinho, paciência para serem feitas.
Não é nenhum produto industrializado. É tudo feito à mão com todo o carinho especialmente para Si.

 

Não te esqueças segue o blog no facebook! www.facebook.com/asofiamargarida

 

*Enviem as vossas receitas, com o vosso nome e blog (se tiverem) para o e-mail: sofiamargaridahandmade@sapo.pt, com o assunto D.Gulosa. Esperamos ansiosamente pelas vossas receitas! 

Queijo com doce...

 

(foto de Fátima Pichel)

 

Directamente de um dos concelhos da Beira Baixa, hoje trago-vos um verdadeiro ‘pecado’. Mais propriamente, de Penamacor. Esta pequena maravilha que é capaz de deixar água na boca só de sentir o seu cheiro. Sabor intenso e bastante característico de quem o produz com toda a sabedoria e carinho, preservando da melhor forma possível a qualidade do mesmo. Esta pequena relíquia é produzida na Queijaria Abreu, da própria, Gabriela Nabais Abreu.

 

A apreciação feita pelos 'grandes' apreciadores da minha família (e acreditem são muito bons críticos), fez este queijinho merecer um lugar de destaque, e bem merecido que é, perante tantos outros que provamos constantemente! E não perdemos tempo, encomendá-mos logo mais alguns! Parabéns à Queijaria Abreu pelo seu maravilhoso queijo!

 

Como eu gosto de o comer? Uma saborosa fatia de pão e uma colherzinha do fantástico doce de tomate, que só a minha avó faz!

 

Espero que vos abra o apetite!

 

 

 

 

 

 

 

 



Sofia Margarida nasci em Castelo Branco. Contabilista Certificada formada em Contabilidade e Gestão Financeira, mas toda a vida apaixonada pelas artes, manuais principalmente.

            


facebook



Image and video hosting by TinyPic

Instagram


Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic
Some blog design Written by Joana