Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sofia Margarida

Vem descobrir. Vem partilhar. Vem conhecer um mundo que é só meu...

Livros: Jane Eyre

capa-jane-eyre.jpg

 

Sinopse:

Considerada uma obra-prima da literatura inglesa, Jane Eyre é um romance da escritora inglesa Charlotte Brontë, publicado no século XIX, mais precisamente em 1847. Jane Eyre é uma autobiografia ficcionada da protagonista que, depois de uma infância e adolescência desprovidas de afecto, se torna preceptora em Thornfield Hall e se apaixona pelo seu proprietário, Mr. Rochester. Plenamente correspondida nos seus sentimentos, Jane julga ter encontrado o amor por que ansiara toda a vida, mas Thornfield Hall esconde um segredo tenebroso que ameaça ensombrar a sua felicidade. Numa atmosfera misteriosa e inesquecível, acompanhamos esta heroína de espírito puro e apaixonado, que trava uma luta interior constante para se manter fiel às suas convicções e a si própria. Uma história sobre a liberdade humana, repleta de elementos dramáticos (incêndios, tempestades, tentativas de homicídio) que compõem uma atmosfera de mistério e suspense.

___________________________________________

 

A minha opinião: 

Jane, uma jovem a quem a vida desde muito cedo foi dura e complicada, orfã, indesejada pela pouca família que pensa ter acaba por ingressar num instituição, onde a sua vida também está longe de ser fácil. Uma jovem com um espírito forte, puro, que ambiciona um vida melhor do que a que tem, decide partir para Thornfield Hall para se tornar preceptora. 

Jane apaixona-se pelo seu amo, um amor lindo, emocionante, de encher o coração. Ela, com menos vinte anos, que não se considera uma jovem bela,  apaixona-se pelo seu patrão a quem ela considera um homem feio e duro. Um amor que tem de sobreviver aos mais difíceis momentos, mas que por ser puro e tão verdadeiro nada o destrói. 

Fiquei encantada com a personalidade encantadora de Jane e com a forma como ela e o seu Mr. Rochester conversam. É verdadeiramente apaixonante.

Tenho pena de não ter lido este livro mais cedo, porque realmente é uma obra de nos deixar com um suspiro no fim.

 

 ___________________________________________

 

Um momento que gostei:

 

"Eu era, literalemente ( como ele me chamava), a maça dos seus olhos. Ele via a naturez, lia livros, através de mim e eu jamais me cansei de ver em seu nome e de exprimir em palavras as imagens dos campos, das árvores, das cidades, dos rios, das nuvens, dos raios de Sol, da paisagem à nossa volta."

 

 

 

Podem ver as restantes opiniões do Clube das Pistosgas que lêem - M*, Magda, Nathy 

 

 

 

 

10 comentários

Comentar post



Sofia Margarida nasci em Castelo Branco. Contabilista Certificada formada em Contabilidade e Gestão Financeira, mas toda a vida apaixonada pelas artes, manuais principalmente.

            


facebook



Image and video hosting by TinyPic

Instagram


Image and video hosting by TinyPic

Image and video hosting by TinyPic
Some blog design Written by Joana